News Update :
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Entrevista: Shamgar Ingaric - Slechtvalk

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013







Quando falamos em Metal Extremo com temática cristã muitas bandas recebem destaque, e entre elas
sempre estará o Slechtvalk. Nos seus quase 15 anos de existência, a banda conseguiu marcar e contribuir para o crescimento da cena extrema citada, ao lado de bandas consagradas como Antestor e Crimson Moonligth o Slechtvalk tem sido uma das principais influenciadoras de bandas que vem surgindo nos últimos 10 anos no cenário extremo em todo o mundo.
A sonoridade da banda inicialmente foi marcada pelo Symphonic Black Metal, entretanto foi no acrescento de elementos Viking e Folk que a banda encontrou sua identidade. Com composições sempre voltadas a fé cristã, a situações da alma humana em relação as coisas espirituais, e também a sua cultura holandesa que tem seu firmamento nos antigos povos vikings.
Abaixo segue uma entrevista cedida ao Theundead.net pelo líder da banda 'Shamgar Ingaric'. Entrevista que lhe dará a conhecer um pouco mais sobre o trabalho árduo de uma banda Extrema Cristã no continente europeu e também sobre os planos futuros do grupo entre outros assuntos.

► Ivan Nevton: Bem. Vamos lá? Primeiro eu gostaria que você apresenta-se o Slechtvalk para os nossos leitores.

Shamgar Ingaric: O Slechtvalk começou como um projeto 'One-Man'(Um único integrante) em 1999 voltado ao Black Metal Sinfônico. Após a gravação do primeiro álbum "FALCONRY" em 2000, a banda passou a possuir uma linha completa de integrantes, e assim a banda gravou mais 2 álbuns, o "THE WAR THAT PLAGUES THE LANDS" em 2002 e o "AT THE DAWN OF WAR" em 2005, e neste último álbum, a banda incorporou mais elementos Folk/Viking em sua musica. Após a saída da cantora soprano 'Fionnghuala' e do tecladista, nós continuamos em uma nova direção, mais voltada a obter guitarras mais pesadas onde conseguimos incorporar mais elementos do Death Metal. O Resultado disso foi o "A FORLORN THRONE" em 2010 que gravamos em um dos melhores estúdios de Metal aqui na Europa.

► De que país vocês são? Conte-nos um pouco sobre seu país.

Nós residimos na Holanda, somos holandeses. Que é conhecida por sua neve e seu tempo chuvoso. Aqui nos temos muitos edifícios históricos, os romanos possuíram muitas fortalezas importantes em seu tempo e nos últimos 600 anos os holandeses foram conhecidos como competentes comerciantes e exploradores (e infelizmente também como traficantes de escravos e colonos). Construímos muitos castelos e palácios, muitos dos quais permanecem até hoje. E a mentalidade do povo holandês é melhor descrita como "Pé-no-chão" "Humanista", isso porque a comunidade científica está bem estabelecida aqui e a maioria das pessoas acreditam na capacidade que o homem possui em desenhar o seu próprio caminho sem necessidade de 'fé'. Embora a religião tem sido um aspecto dominante através do último milênio, as igrejas aqui estão sangrando vazias, onde muitos consideram a espiritualidade um fardo pesado e outros muitos não sentem qualquer conexão com o sobrenatural.

► Quem são os integrantes da banda hoje?

Os membros do Slechtvalk atualmente são: Eu (Shamgar, Vocais e guitarras), Grimbold (Bateria), Seraph (Irmão do Grimbold, Guitarras), Dagor (Baixo), Premnath (Teclados) e Ohtar também nos vocais. Embora Ohtar esteja se dedicando a sua profissão de escritor e aos processos de gravação da banda, ele perdeu todo o entusiasmo para fazer shows ao vivo, o que significa que ele não participa mais de shows.

► E o relacionamento dento da banda, como é?

Grimbold e Seraph são irmãos e como a maioria, têm suas brigas de vez em quando, mas eles sempre fazem as pazes. Costumo brincar com eles chamando-os de "Boanerges", como os Apóstolos Tiago e João (Apelidados assim por Jesus) por conta da suas "cabeças quentes", más eles são ótimos amigos. Premnath havia sido removido do Line-Up da banda em 2007 por conta de problemas pessoais o colocarem em conflito com a participação na banda, no entanto em 2009 ele voltou, e está indo bem até agora. Ohtar sempre foi um bom amigo e Dagor também, há muitos anos.

► Você teve algum propósito em dar início ao Slechtvalk?

No passado eu tentei formar outras bandas, entretanto elas não permaneceram por muito tempo. Por isso decidi continuar por conta própria. Após o lançamento do "FALCONRY" e ter escrito a maioria das canções para um segundo álbum, foi muito mais fácil para mim encontrar membros que estivessem dispostos a se comprometerem a longo prazo com a banda. Eu acho que que a minha capacidade como compositor (Que provei no FANCONRY) os motivou a juntar-se a banda.

► Quando ouvimos a música do Slechtvalk facilmente identificamos a qualidade do Metal Extremo feito por vocês. Sem mencionar as composições que são maravilhosas. Certamente é uma banda única para os amantes do gênero. A musica da banda teve alguma influencia de bandas cristãs, não-cristãs ou de alguém que não é da banda?

Ouvi vários tipos de música nos últimos 20 anos. Cristãs e não-cristãs. No começo eu ouvia tudo, mas hoje em dia eu não gosto de ouvir bandas que zombam das minhas crenças. Minha qualidade é compor letras e  melodias, que são muitas vezes melancólicas, não sou muito bom em ritmos, felizmente Grimbold e Seraph são especialistas nessa área, de modo que nos completamos bem.

► Em 2010 vocês lançaram o "A Forlorn Throne" pela "Whirlwind Records" certo? Como foi a gravação do álbum?

A gravação foi incrível. Conseguimos convencer a "Whirlwind Records" a investir na produção e masterização profissional. Nós mesmos pagamos os custos da gravação. Esta combinação nos permitiu cumprir um de nossos sonhos que era gravar um álbum com uma produção igual a de muitas bandas de nível superior como Amon Amarth, Katatonia e outras.

► Eu mesmo conheci a banda aqui no Brasil através do "A Forlorn Throne". Qual foi o impacto nacional e internacional do lançamento deste álbum?

Mínima! Infelizmente. Não sei se foi falta de promoção, ou a dificuldade em obter shows devido a nossa herança cristã, ou o aumento de download's das musicas por parte dos fãs em vez de comprarem o álbum, eu não sei. Em comparação aoss álbuns anteriores, o "A Forlorn Throne" sequer vendeu 1/3 da quantidade que qualquer um dos nossos álbuns venderam. E quanto a repercussão fora da Holanda não sei nada sobre isso.

► Conte-nos um pouco sobre os quase 15 anos de existência da banda e quais são os planos para o futuro.

Durante os últimos 15 anos ficamos mais velhos, começamos famílias e portanto vieram outras obrigações além da banda. Isso mudou nossos objetivos e visões para com o projeto musical, porque algumas coisas não são mais capazes de serem feitas, como longas turnês, sofrendo perdas pessoais em viagens ou gravações de álbuns. Lamento pessoalmente que só conseguimos a oportunidade de fazer uma turnê de um mês a alguns anos atras, más hoje em dia eu não posso imaginar estar separado da minha esposa e filho por tanto tempo. Nosso plano para o futuro é gravar mais álbuns. Mais álbuns como o "A Forlorn Throne", entretanto vamos definir um padrão mais elevado que este álbum, o que é muito difícil de igualar por conta dos recursos que temos disponíveis e sem a devida etiqueta de apoio. No próximo semestre temos de decidir o que é mais importante e como podemos gravar um novo álbum que faz justiça a qualidade do "A Forlorn Throne" com um orçamento menor. Claro que nós acreditamos que o nosso novo material vai ser tão bom ou ainda melhor que o último, e que também irá mostrar melhor o nosso crescimento como músicos e compositores recebendo uma produção de alta qualidade da nossa parte.

► Quem é Deus pra você?

Depende de qual divindade você fala, mas se você está se referindo ao Deus da Bíblia, então Ele é o meu Deus. Sou uma pessoa um pouco intelectual e tenho a necessidade de compreender as coisas antes que eu possa convencer os meus sentimentos a embarcarem junto, no entanto, através da interação com outros cristãos tenho Conhecido-O cada vez melhor.

► Em poucas Palavras, o que você pensa sobre essas bandas:

1 - Antestor:

Uma grande banda! Gostei muitíssimo do "Martyrium" e de seus álbuns posteriores, Gostei muito também do "Return of The Black Dead".

2 - Crimson Moonlight:

Em todos os tempos esta é uma das minhas bandas favoritas. Estou ansioso para o lançamento de um novo álbum.

3 - Gorgoroth:

Eu só sei o que eles são pela reputação que eles tem, com base no qual eu nunca me preocupei em ouvi-los. Eles são um tanto desagradáveis.

4 - Marduk:

Eu gostei do álbum "Panzer Division Marduk" , por causa do frenesi e da franqueza , mas perdi o interesse depois disso.

► Nome de uma banda e álbum que você gosta muito:

Summoning – Stronghold, é um álbum que gosto de sua atmosfera. Eles descobriram uma forma de misturar guitarras de uma maneira legal.

► Você conhece alguma banda cristã brasileira?

Cerimonial Sacred, e outra que gosto muito é a Poems of Shadows. São as duas que conheço. Tenho vários outros CD's em minha coleção de bandas da América Latina, mas para ser honesto eu não sei de que países são e também não ouvi muito do que saiu nos ultimos 3-4 anos. Estou sem orçamento para comprar novos CD's.

► Bem, para concluir, gostaria de lembrar que o Slechtvalk tem milhares de fãs aqui no Brasil. Então, o espaço é seu, envie uma mensagem para eles e deixe suas considerações finais.

Pelo que sei vocês são um grupo muito unido, o que é uma coisa muito boa. Quanto mais organizada a cena for, melhor será para trabalhar em conjunto e assim alcançar um objetivo dentro da cena geral.
Espero que possamos um dia poder chegar ai e tocar pra vocês. Más esperamos também que muitas bandas brasileiras possam ter a oportunidade de tocar aqui na Europa.
Share this Article on :
Quer saber como entrar em contato com o nosso site?

Uma coisa é fato, ficaremos extremamente felizes em receber sua opinião, critica, sugestão, e também em poder sanar alguma dúvida em relação ao site. Nós lemos todas as mensagens que nos são enviadas, e tentamos responde-las o mais breve possível.

Contato com a equipe de redação:

O contato com a equipe de redatores só poderá ser feita através de e-mail. Questões sobre matérias e etc, deverão ser tratadas nos e-mails abaixo:
  • Daniel Silva: rawwwr.hcpride@live.com
  • Márllon Matos: marllongospelrock@gmail.com
  • Ivan Nevton: ivan.nevton@gmail.com
Contato com a área administrativa do site:

Se seu interesse é anunciar no site, fazer uma crítica, dar uma opinião sobre o designer da página, propor uma parceria, ou algo concernente, o contato deverá ser feito através do e-mail ou telefone abaixo.
  • E-mail: contato@theundead.net
  • Fone: +55 77 9196 8853 [Tim] - Horário comercial
Outras formas de contato?

O contato também poderá ser feito através da nossa página no Facebook, entretanto, para um retorno mais rápido e uma garantia de visualização da sua mensagem, aconselhamos que o contato seja feito através dos e-mails e telefones disponibilizados.
Estaremos disponibilizando o endereço postal do site, caso deseje nos enviar material via correio:

Ivan Nevton de Oliveira - Theundead.net
Rua Silva Jardim 442 - Centro
Barreiras, BA, BRASIL
CEP 47800-028
 

© Copyright Theundead.net 2013 -2016 | Design by Ivan Nevton | Powered by Blogger.com.