News Update :
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Entrevista : Ulf Christiansson - Jerusalem.

terça-feira, 7 de outubro de 2014


Nessa entrevista vocês vão poder conhecer um pouco sobre Ulf Chritiansson – guitarrista , vocalista e fundador da Jerusalem uma das bandas pioneiras do Rock Cristão , fiquei muito feliz por ter mais essa oportunidade de contribuir com o site The Undead.Net e espero que vocês amigos leitores gostem da entrevista , Deus abençoe todos vocês .

C.N - Jerusalem é uma das bandas pioneiras do Rock Cristão , como a banda foi fundada e como foi a escolha do nome?
U.C – Sim, fomos a primeira banda de Hard Rock cristã na Europa , Jerusalem foi fundada cinco anos depois da minha conversão, basicamente porque eu queria espalhar a boa notícia de que eu havia encontrado. A música que eu fui criado ouvindo bandas como Kinks, Small Faces, Who etc. ,eram realmente as únicas músicas que eu sabia tocar , eu fui salvo quando eu tinha 21 anos.
 Jerusalem soava bem para mim mas  naquele momento eu não entendia o pleno significado do nome , hoje eu posso compreendê-lo   mais claramente.


C.N - A banda  já tinha um objetivo evangelístico na década de 70 , como foi a aceitação por parte do público cristão e secular?
U.C - Tivemos uma resposta muito positiva por parte da mídia secular e das pessoas de fora da igreja. Assim como Jesus ou João Batista tiveram , no início a aceitação por parte da  igreja foi muito diícil , mas tiveram que ceder depois de 5 ou 6 anos, principalmente porque alcançamos muitos  jovens , tanto do lado de fora quanto  dentro da igreja. Nós realmente nunca pensamos em fazer mais do que apenas dizer às pessoas sobre Jesus.



C.N - O primeiro álbum auto-intitulado  “Jerusalem” foi  lançado em 1978  pela gravadora cristã “Prim” sendo um sucesso entre o público cristão vendendo mais de 20 mil cópias nos seis primeiros meses , como vocês  assinaram contrato com a gravadora , a concepção músicas e arranjos , e qual foi a sua reação com sucesso do primeiro álbum da banda?
U.C – Fiquei surpreso, mas de alguma forma  não muito , pouco antes do lançamento, estávamos  em um programa de rádio secular  que criou uma tempestade de protestos, mas também foram positivos. Então ele me deu um sinal de que o lançamento também faria ter algumas reações . E ele fez. Eu também tive uma experiência na fase inicial em que senti que Deus me disse que íamos tocar no  mundo todo . Eu era um carteiro naquela época e tinha uma família e nós ensaiávamos  no porão de uma igreja pequena , eu contei aos membros da banda sobre isso, mas eles não acreditavam em mim , foi por isso que no início mudamos tanto de line-up.

C.N - O segundo álbum Volym 2 foi lançado em 1980 tendo também uma versão cantado em inglês ,o que abriu novas portas para a banda ,conte um pouco sobre o álbum.
U.C - Fizemos todos os nossos registros na época tanto em sueco quanto em  Inglês , acho que Volume 2  representava  melhor como  nós éramos. Eu sempre fui um compositor melódico-harmônico e fiz todas as nossas músicas tentando encontrar melodias que poderiam dar às pessoas uma experiência maior. Estava no meu pensamento , não apenas para fazer boa música Rock N’ Roll, mas também queria  que carregassem uma unção junto com as letras ,e também meu Inglês começou a melhorar já era necessário nas gravações .

C.N - Glenn Kaiser  ajudou a banda apresentando Jerusalem ao dono da gravadora Lamb & Lion – Pat Boone , como isso aconteceu e como foram as distruibuições pelo selo?
U.C - Sim, alguém da América visitou Greenbelt festival no Reino Unido e nos viu lá. Ele ou ela comprou o nosso disco e deu a Glenn , em seguida, ele nos chamou na Suécia e nos perguntou se não queríamos  vir para os Estados Unidos para uma turnê com a Rez Band . Nesse espaço de tempo alguém chamado Glenn da empresa Benson em Nashville  perguntou se ele tinha alguma ideia sobre alguns novos artistas ele , ele se  sentou e começou  ouvir a Jerusalém e contou a eles sobre nós. Então Benson fez conexão com Prim na Suécia e nos colocou em Lamb & Lion um selo dos EUA. Nós também fizemos um vídeo em Gotemburgo a partir de "Warrior" para a MTV EUA, no mesmo fôlego. Fomos a primeira banda de rock cristão  na MTV. Tudo aconteceu n verdade rapidamente. Em 1982 fizemos nossa primeira turnê pelos Estados Unidos.

C.N - O álbum  Krigsman (Warrior) também foi um sucesso de vendas na Suécia, Europa , USA e Canadá , a capa é maravilhosa , que o fator você atribui ao sucesso do álbum , como foram as turnês de divulgação e como surgiu a ideia da capa?
U.C - Acho que a ideia estava vindo muito de nossos pensamentos sobre  guerra espiritual. Quero dizer a guerra real, quando você entender que tipo de guerra é na verdade ,era algo que começamos a reconhecer ,não apenas por  ser cristãos e ter uma vida agradável e fácil. Porém Warrior  realmente abriu para a banda oportunidades de muitas maneiras. E tornou-se um marco em nossa jornada  desde então.


C.N - No álbum Vi Kan Inte Stoppas (Can’t stop us now) além da mudança na proposta sonora   o conteúdo das letras também mudou , e a temática já não era mais abertamente cristã , qual a razão dessas mudanças , e isso foi benéfico ou prejudicial para a banda?
U.C - Bem, eu estou ciente dos erros que cometemos ao longo dos anos e eu sei que nós  poderíamos  ter ido por outros caminhos.
Devido ao sucesso e porque a música cristã começou a crescer e se tornar popular, essas são uma das razões. Fizemos um contrato com três selos da época , Refuge dos EUA, Royal Music na Suécia e uma empresa secular chamada WRM. Eles queriam que escrevêssemos uma música  hit para esse álbum, isso  empurrou-me para escrever canções com outra intenção. Eu nunca  pensei em escrever  músicas hits antes, eu só queria dizer às pessoas sobre Jesus, isso é tudo. Em cima disso, tivemos uma pressão financeira  do governo sueco e tivemos um prefeito que nos apresentou não como uma organização "religiosa", mas sim uma empresa. Então eles nos tributaram por 3 anos . Nós não ganhamos muito dinheiro,então assinamos um contrato para sairmos , que pagou a maior parte da dívida, mas isso foi um erro. Além disso, além do fato de que a música mais cristã naquela época começou a querer ir em uma direção  "crossover", como você  muda o  "tom" para baixo e a mensagem para  tentar ser mais aceito. Fomos  banidos depois  do Greenbelt festival porque estávamos  muito abertos   com a nossa fé no  palco. Você tem que lembrar que Greenbelt era para ser um festival "cristão",mas não vou culpar ninguém, fizemos a escolha mais ninguém. Mas eu vejo isso como um erro.

C.N - A capa do álbum Dancing on the Head of the Serpent chocou alguns cristãos suecos  , e o álbum foi banido de algumas lojas , qual a sua opinião sobre isso?
U.C - "Dancing on the head of the serpent"  foi uma reação nossa  sobre o fato de que muitas bandas começaram a adorar Satanás. Especialmente na Alemanha e Escandinávia , estávamos realmente cansados de todas as letras destrutivas  e imagens. Nós realmente tivemos encontros com poderes sombrios durante esse tempo,então decidimos bater de volta ,m as a igreja estava adormecida em minha opinião , é por isso que tiveram essas reações. Algumas das livrarias cristãs não quiseram  colocá-lo visivelmente na prateleira, mas os vendiam debaixo das mesas dos balcões. Escrevi uma carta para eles sobre essa hipocrisia e lembrei-lhes de Romanos 16 em que Paulo diz que o Deus de paz em breve terá esmagada sob seus pesa cabeça de satanás , nós pensamos que o versículo era realmente legal .Porém  também tinha muitos testemunhos de pessoasque froam libertas, eu escrevo sobre tudo isso em meu novo livro.

C.N - Faça um breve resumo dos outros álbuns lançados pela banda Prophet , Volym 3 (Those Were the Days)  , Volüm Fyra (RAD)  e She , qual é o seu favorito?
U.C - Na década de 90 nós lançamos um Ao Vivo chamado "På ren svenska" (em sueco) daTour com o mesmo nome ,também Volume 3 e Rad. Músicas que eu escrevi no 70-80 de que não poderíamos colocar em um disco de vinil. Ele só conseguiu segurar 22 minutos de cada lado naquele momento. Muitas canções foram deixadas porque simplesmente não havia espaço para elas, não necessariamente  porque não gostava delas. Eu escrevi muitas músicas, isso é a razão.
Bem, eu acho  Prophet   é um dos melhores que eu já fiz. Prophet  veio do nosso desejo de voltar, nós fizemos uma turnê de lançamento pela Europa com Petra . Eu também tenho o meu disco solo  Entertainers&Soldiers que eu gosto muito. Mas eu vou colocar "She", o nosso mais recente lançamento (2010) como o meu favorito.
Esse álbum é baseado na igreja que está dormindo por aí ao redor do mundo por muito tempo. É um alerta para todos nós, eu acho.

C.N - O grande guitarrista CJ Grimmark tem participado da banda , como surgiu o convite?
U.C - Sim, nós realmente encontrar um cara e amigo (em primeiro lugar) comprometido. Ele ama a Deus e é humilde, o que nem sempre é comum nos dias de hoje, ele também é um bom guitarrista.

C.N - Quais são suas bandas suecas favoritas?
U.C - Eu realmente não tenho bandas suecas favoritas ,  se você me perguntasse eu não saberia os nomes e isso é verdade, eu não estou realmente interessado em que o vento sopra ou quem é quem, se é que você sabe o que quero dizer. Embora tenhamos muitos bons músicos na Suécia. A Suécia é o terceiro maior país do mundo, quando se chega a exportação de pop music , mas eu não escuto muita música nos dias de hoje. Eu tento manter meus ouvidos musicais livre de um monte de influências ,essa é uma longa história, que levaria muito tempo para ser escrita  aqui.
Bill Corgan no Smashing Pumpkins, disse há alguns anos que Deus é o futuro do Rock  Music, e  eu acho que ele está certo. As condições de Deus não são as do mundo. Ele está fazendo os Davis, Daniels, Josés  etc , eu os chamo de povo do deserto , eles são a nova geração da música do céu. Eles estão vindo lentamente, na Suécia. Mas não do cenário musical, e sim do deserto.


C.N - Quais  são os planos futuros da banda?
U.C - Vamos terminar a Tour Father2Son em novembro e fazer um novo álbum do Jerusalem. Esses são nossos planos ,iremos também, possivelmente mais tarde fazer uma turnê na Noruega chamada "Standing for Israel" , isto  é totalmente louco o que está acontecendo na Europa e no Oriente Médio no momento.
Além disso,  recentemente eu estava entrevistado em uma dos maiores programas de radio  seculares na Suécia. Isso realmente foi bom em muitos aspectos. Isso foi por causa do lançamento do meu novo livro chamado "It was worth it all"  (minha história de vida). Meus planos é fazer o acompanhamento deste.

C.N - Muito obrigado pela entrevista , o espaço é seu para suas considerações finais.
U.C - Obrigado ... bem ...
Deus abençoe vocês. Levante-se para Jesus que é o único caminho, não se envergonhe. O sucesso é apenas temporário. Não construa seus próprios reinos, construa o reino do Senhor. Isso vai lhe poupar quando o mundo está começando a se  abalar da forma como ele sendo  agora. Não se esqueçam de orar por nossos irmãos e irmãs no Iraque que estão sendo abatidos em milhares pelos terroristas ISIS.


Share this Article on :
Quer saber como entrar em contato com o nosso site?

Uma coisa é fato, ficaremos extremamente felizes em receber sua opinião, critica, sugestão, e também em poder sanar alguma dúvida em relação ao site. Nós lemos todas as mensagens que nos são enviadas, e tentamos responde-las o mais breve possível.

Contato com a equipe de redação:

O contato com a equipe de redatores só poderá ser feita através de e-mail. Questões sobre matérias e etc, deverão ser tratadas nos e-mails abaixo:
  • Daniel Silva: rawwwr.hcpride@live.com
  • Márllon Matos: marllongospelrock@gmail.com
  • Ivan Nevton: ivan.nevton@gmail.com
Contato com a área administrativa do site:

Se seu interesse é anunciar no site, fazer uma crítica, dar uma opinião sobre o designer da página, propor uma parceria, ou algo concernente, o contato deverá ser feito através do e-mail ou telefone abaixo.
  • E-mail: contato@theundead.net
  • Fone: +55 77 9196 8853 [Tim] - Horário comercial
Outras formas de contato?

O contato também poderá ser feito através da nossa página no Facebook, entretanto, para um retorno mais rápido e uma garantia de visualização da sua mensagem, aconselhamos que o contato seja feito através dos e-mails e telefones disponibilizados.
Estaremos disponibilizando o endereço postal do site, caso deseje nos enviar material via correio:

Ivan Nevton de Oliveira - Theundead.net
Rua Silva Jardim 442 - Centro
Barreiras, BA, BRASIL
CEP 47800-028
 

© Copyright Theundead.net 2013 -2016 | Design by Ivan Nevton | Powered by Blogger.com.